Escapando dos Relacionamentos Tóxicos

Olá Voce!

Muitos não conhecem a verdadeira definição do que é um relacionamento tóxico. Muitos pensam nisso como um meio de transar enquanto outros pensam nisso como um elo entre duas pessoas que se acham atraentes. Todos estes são apenas suposições selvagens. Sim, eles fazem algum sentido, mas nenhum deles chega nem perto da definição real de um relacionamento tóxico. Um verdadeiro relacionamento amoroso só pode ser definido por seus personagens. Um relacionamento verdadeiro é aquele que se baseia na compreensão, onde ninguém pensa apenas em si mesmo, aquele que tem uma química automática e, acima de tudo, um que é feito de argumentos freqüentes e composições instantâneas para cada um.

Por outro lado, o exato oposto a isso é um relacionamento amoroso tóxico, também conhecido como um relacionamento insalubre. Um “médico do amor” certa vez definiu as relações amorosas tóxicas como ligações entre dois indivíduos necessitados. A longo prazo, acaba sendo uma união definida pelo comportamento parasitário. Assim como as relações parasitárias normais no mundo animal, há uma vítima e um parasita nessas relações; cada um com seu próprio grau de “disfunção”. Em alguns casos, a situação é moderada e dificilmente se nota que a relação é tóxica. Só depois que os efeitos se revelam é que percebem que o relacionamento não é saudável, mas normalmente é tarde demais. No entanto, existem maneiras de escapar de tais relacionamentos.

Depois de descobrir que você está em um relacionamento tóxico, a melhor coisa a fazer é deixar esse relacionamento imediatamente antes que piore. Para alguns, isso tende a ser muito duro para eles fazerem isso imediatamente. Isso é normal, já que vocês dois já formaram algum tipo de vínculo. No entanto, ainda há um remédio para esse cenário.

Tudo o que você é obrigado a fazer é tirar um tempo enquanto os dois repensam as coisas. De preferência, isso deve durar pelo menos um mês e no máximo três meses. Neste momento, existem certas condições que os dois devem seguir. Eles incluem; Se não mantiver contato o tempo todo, você deve zerar o relógio quando um de vocês for contra as condições, escrever cartas um para o outro expondo seus sentimentos e apresentá-los após o período terminar. Certifique-se de que você se encontra em uma área muito neutra. Chegue a um acordo mútuo quando você se encontrar ou concordar em discordar. Certifique-se de que vocês dois chegam a um acordo durante a reunião final. Esta é a única saída!

Relacionamentos tóxicos levam na maioria das vezes as pessoas a um estado depressivo, a uma obesidade, confusão mental, prejuízo nos relacionamentos sociais e até ao suicídio, e isso vem se tornando cada vez mais comum na sociedade. São os chamados Vampiros Energéticos.

Quando se fala neste tipo de relacionamento não devemos achar que acontecem somente com os casais. Este tipo de relacionamento estão presentes nas amizades, na família, no trabalho, em fim, não há uma regra para acontecer.

Portanto é muito importante que cada um de nós cuidemos da nossa energia diariamente, criemos o hábito de tomar alguns minutos diários para que possamos entrar em contato com o nosso Eu interno. Só assim, através do autoconhecimento, poderemos nos proteger das energias destruidoras de outras pessoas que só vem trazer desarmonias por onde passa. Pense nisso.

Se Você gostou deste artigo, compartilhe com seus Amigos

Ajude na divulgação da Terapia Holística como tratamento complementar na promoção da saúde e bem estar

Penha Cristina Mullett

Board Certified Holistic Health Practitioner

Você pode gostar de ler...

Artigos Populares...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *